Condenados, porém candidatos. Como isso é possível?

26:31
 
שתפו
 

Manage episode 336658023 series 2527084
על ידי O Globo התגלה על ידי Player FM והקהילה שלנו - זכויות היוצרים שמורות למפרסם, לא ל-Player FM, והשמע מוזרם ישירות מהשרתים שלכם. הירשמו כדי לעקוב אחר עדכונים ב-Player FM, או הדביקו את כתובת העדכונים באפליקציות פודקאסט אחרות.
Mesmo condenados pela Justiça ou ainda penalizados na esteira de processos de cassação, candidatos inelegíveis pretendem concorrer a diferentes cargos em outubro. Roberto Jefferson (PTB), que está em prisão domiciliar, é candidato à presidência da República. Daniel Silveira (PTB), que teve indulto concedido pelo presidente Jair Bolsonaro após ser condenado por atos anti-democráticos pelo STF, quer concorrer ao Senado. Eduardo Cunha (PTB), que teve seu mandato de deputado federal cassado quer voltar à Câmara. São vários os casos parecidos espalhados pelo país. A lei não impede a eles o direito de pedir o registro de candidaturas, que devem ser impugnadas se a Justiça Eleitoral for provocada. Além disso, enquanto brigarem nos tribunais, poderão fazer campanha e usar o dinheiro público que abastece o fundo eleitoral. Muitas vezes, essa disputa é amparada em decisões provisórias, que, na maioria dos casos, são revistas posteriormente. No Ao Ponto desta quinta-feira, o repórter Eduardo Gonçalves conta quais são as alegações dos fichas-sujas para tentar voltar à cena política. O ex-juiz e um dos idealizadores da Lei da Ficha Limpa, o advogado Marlon Reis, analisa as chances reais desses políticos driblarem a lei e avalia as alternativas para dificultar o registro dessas candidaturas.

1113 פרקים